26 de janeiro de 2017

IN-substituíveis

..."não há pessoas insubstituíveis"...
pois sim... podem ser sempre substituíveis em certa medida mas...
diz-me a experiência que certas pessoas NÃO...
Tenho certas pessoas na minha vida pessoal e profissional que, pelo seu carácter, força, imaginação, teimosia, doçura, determinação, alegria, compreensão, vontade de FAZER... NÃO, para mim... não podem ser substituídas, de forma nenhuma!
Reinem, cada um à sua maneira, cada um à minha maneira, no meu mundo pequenino!

12 de janeiro de 2017

Amigos!

...por vezes a nossa vida fica sem sentido... em desnorte...
Perguntamos vezes sem conta Porquê? Tentamos procurar sentido no que fazemos, tentamos ter utilidade direta, tentamos fazer-nos sentido, tentamos ser coerentes, racionais, objectivos...
Força... Pensamento positivo... Acreditar...
ESTAMOS!!!

30 de outubro de 2016

Meu pai

Às vezes a única coisa que precisamos é de um sorriso, um abraço ou... apenas um olhar cúmplice...
Não é preciso que nos façam comparações ou nos demonstrem que há mais problemas no mundo, ainda que o problema pertença à pessoa que nos está mais ao pé... Apenas o silêncio basta!
Quando nos sentimos derrotados, a raiva demonstrada por alguém próximo apenas nos leva mais para o interior de nós mesmos e nos faz sentir a solidão da falta de alguém que sempre apoiou e se deu incondicionalmente e isso, essa cumplicidade e apoio não devem ser sentidas com culpa e sim com orgulho e gratidão de ter vivido no melhor dos mundos!
Tive a sorte de ter tido um pai que sempre me deu tudo! E não falo em bens materiais mas sim, de uma cumplicidade, protecçåo, silêncio, conversa, conselho, incentivo, trabalho, coragem e muito carinho!
Tenho muito orgulho de ter crescido com essa estabilidade e segurança!

22 de março de 2016


Duas pessoas tão iguais para mim e tão diferentes comigo.

Para um tenho que procurar as palavras para dizer o que não é preciso e para outro tenho que procurar as ausências das palavras que precisa ouvir constantemente mas recusa.

Com um às vezes falo demais, com o outro de menos. Com um devia ralhar e ralho com o que não devia.

É um balanço de equilíbrio que vou encontrando ao longo dos anos… tenho que me equilibrar...
Já não sei o que pensar ou fazer apenas por mim. Recorro a cada um de forma tão diferente mas sempre tão igual.

13 de janeiro de 2015

Sinto-me uma minhoca!
...
Insignificante e sem importancia.

trabalho escondida debaixo da terra
...mas numa função fundamental para o solo e... consequentemente para as árvores, arbustos, flores, legumes, ervas... alguns animaizinhos alimentam-se do que brota da terra.


2 de outubro de 2014

Viver

Há situações que nos destroem por vezes e tudo nos parece negro mas...
de repente há coisas que nos acontecem e que nos levantam o astral...
Bora lá continuar a VIVER!

29 de agosto de 2014

Quando eu morrer batam em latas

Quando eu morrer batam em latas,
Rompam aos saltos e aos pinotes,
Façam estalar no ar chicotes,
Chamem palhaços e acrobatas!
Que o meu caixão vá sobre um burro
Ajaezado à andaluza...
A um morto nada se recusa,
Eu quero por força ir de burro.

Mário de Sá-Carneiro (1890-1916)